Globo vs Record

segunda-feira, 17 de agosto de 2009 às 1:38.

por Marco

Globo vs Record (imagem por Rafael Machado No início da semana passada, o Ministério público de São Paulo, através do juiz Glaucio de Araújo, da 9ª Vara Criminal de São Paulo, abriu ação criminal contra o fundador da Igreja Universal, Edir Macedo, juntamente com mais nove pessoas ligadas a ele, por lavagem de dinheiro e formação de quadrilha. Segundo a denúncia original, Edir Macedo e os outros acusados desviaram dinheiro das doações de fiéis para empresas de comunicação, incluindo a Rede Record de TV e Rádio, se aproveitando da isenção de impostos oferecida a igrejas, templos e instituições sociais, determinada pela Constituição.

Esta notícia esteve em destaque em diversos meios de comunicação, como TV, rádio, revistas, jornais e internet. A rede Record, envolvida diretamente como suposta beneficiária do desvio de dinheiro tratado na ação contra Edir Macedo, aproveitou as circunstâncias e passou a acusar sua principal concorrente, a rede Globo, de perseguição e começou a realizar diversas denúncias contra a empresa carioca, sobre manipulação de notícias e monopólio da informação (hein!?), além de suposto beneficío com a ditadura militar, empréstimos públicos e problemas contratuais na compra de sua sede em São Paulo.

Obviamente, qualquer denúncia que diga respeito ao bem público deve ser tratada com seriedade e averiguada por órgãos competentes, talvez alguma ou todas as denúncias contra a TV Globo sejam verdade e desde que tenham fundamento, tem sim que ser investigadas, mas não podemos esquecer que todos esses questionamentos estão sendo levantados pelos acusados de um crime, este já encaminhado pela justiça, a Record está se aproveitando da situação, ludibriando a sua audiência e até manipulando a fé dos seguidores de determinada igreja, incitando-os contra a TV Globo que estaria de perseguição, enquanto a verdade é que o Ministério público de São Paulo, um orgão oficial da justiça brasileira, está movendo uma ação, com bases legais, contra Edir Macedo e cia, e não a Globo.

Claro que sendo as duas maiores redes de Televisão do Brasil atualmente, as notícias e acusações acabaram indo além de simples abordagem de um tema polêmico e as empresas deram grande destaque uma a outra em sua programação durante toda a semana, dando origem ao que está sendo chamado de “Guerra Globo contra Record“.

Na quarta-feira, dia 12/08, Globo e Record exibiram simultaneamente em seus principais telejornais, matérias sobre a concorrente, confira logo abaixo os dois vídeos com praticamente a mesma duração e tire as suas próprias conclusões:

Versão da Globo:

Versão da Record:

Com a briga que dá título a este artigo, quem perde é o público que se vê em meio a mais uma polêmica gerada pela mídia com objetivo de obter maior audiência… audiência esta que esteve com os olhos voltados para a Record durante boa parte da semana, possibilitando a liderança da rede nos índices de audiência do IBOPE. O detalhe interessante aqui, é que a audiência da TV de um modo geral tem caído muito nos ultimos anos, o que reflete que o público tem procurado meios alternativos de informação e entretenimento, como internet e até mesmo podcasts, cada vez mais populares.

Sobre a questão da ação judicial, Igreja Universal, Edir Macedo, Lavagem de Dinheiro e etc, conforme o próprio bispo que disse não ter ficado surpreso com a denúncia (apesar de se dizer inocente), não é nenhuma novidade o abuso da fé alheia em prol do lucro próprio ou de uma instituição, conforme já abordamos no QG Podcast 26 e na edição 31, com INRI Cristo, afinal, a Igreja vende um produto abstrato sem nem mesmo emitir nota fiscal: a fé.

O bispo Edir Macedo enquanto isso está nos Estados Unidos com conforto e segurança, com acesso a seus templos espalhados por todo o mundo através dos jatinhos de propriedade da Igreja Universal, possuindo ainda uma mansão de 10 milhões de reais em Campos do Jordão (cidade de elite no estado de São Paulo), apenas para referência, o processo do Ministério Público cita valores em torno de R$ 3,9 bilhões.

Tirar dinheiro de pessoas pobres não é nenhuma novidade no Brasil, estamos acostumados com os nossos políticos fazendo isso o tempo todo e algumas pessoas até aplaudem essa atitude… mas tirar dinheiro de pessoas fragilizadas, oferecendo a elas salvação ou uma falsa esperança, é desumano.

Por fim, imaginando uma teoria conspiratória magnífica, como tantas outras por aí, vamos pensar… quem mais lucrou com essa notícia de lavagem de dinheiro ? Não foi a Record que elevou os seus níveis de audiência com diversos meios de comunicação citando a sua marca em todo o mundo ? O que se ganharia forçando a sua principal concorrente a dar ênfase em sua marca ? Indo mais além, rumo ao absurdo, quem lucraria com uma denúncia sem provas plantada no ministério público, sendo esta anunciada na mídia internacional ?

É absurdo, mas infelizmente vivemos em um país de absurdos.

E para quem não viu, neste ultimo sábado, dia 15/08, um grupo de hackers invadiu o site da Record, publicando a seguinte mensagem:
Página invadida “REDE GLOBO NÃO SÓ FALA, TAMBÉM FAZ! NÃO OMITE A VERDADE!
Vocês não são bispos, não são santos.., VOCÊS SÃO LADRÕES!
Vocês roubam dinheiro de quem tem POUCO, para ficar com MUITO.
Comprar prédios, terrenos, casas.., BANDO DE SAFADO!
O País já tá fudido com esse monte de Politico de merda e vocês fodem ainda mais!! A POLICIA FEDERAL em parte é honesta e Graças a Deus, veremos TODOS VOCÊS presos ainda!
REDE RECORD É O CARALHO.., IGREJA UNIVERSAL? Deveria ser GOVERNO UNIVERSAL! Tão iguaizinhos!! :D”

Fontes e leituras recomendadas:
- Edir Macedo e mais nove viram réus por lavagem de dinheiro
- Record pirateou imagens da Fórmula 1, diz Globo; Record nega
- Site da Record invadido por hackers

Marco acha mesmo que vive em um mundo de absurdos e informa que graças a um pau no Internet Explorer, teve que escrever todo o texto acima duas vezes.

Categorias: Sociedade, Vídeos. Tags: , , , , .