Chile, organização e beleza

sábado, 27 de junho de 2009 às 1:01.

por Marco

2635Km de São PauloEm meio a uma situação crítica ocasionada pela pandemia do vírus Influenza A / H1N1 (Gripe Suína) e declarações do governo recomendando que os brasileiros não visitem Chile e Argentina, eu (Marco) viajei mais de 2500Km para passar alguns dias na República do Chile, venho lhes contar como foi a experiência e como andam as coisas neste país de apenas 177Km de largura por um pouco mais de 4000Km entre o extremo norte e o sul.

Primeiras impressões

Chegando a SantiagoAo sair do aeroporto, já a caminho do hotel, avistei de relance um lugar de moradias mais humildes, muito semelhantes a nossas favelas, um bairro inteiro situado as margens da principal estrada de acesso a Santiago, a capital do Chile, onde fiquei hospedado.
A região Metropolitana do Chile se parece muito com São Paulo ou outras de nossas grandes cidades, com grandes prédios e tráfego intenso de veículos, ônibus e pessoas, com uma diferença básica que deu forma a minha primeira surpresa no país: Em geral, todos se respeitam, o trânsito flui bem e a cidade em si é muito limpa e organizada.
Um detalhe que pude também observar no caminho é que existem muitos prédios novos em construção por Santiago, claramento uma cidade em crescimento.
Chegando no Hotel me surpreendi com a facilidade de comunicação com os chilenos, eu falava devagar em português, eles me entendiam e respondiam em espanhol mais devagar de forma que eu também compreendesse, percebi ali que eles estão acostumados com turistas brasileiros, isso já me tranquilizou para dar uma volta pela cidade mais tarde.

Transporte

Vagões interligados no metrô de SantiagoO transporte público de Santiago é muito bem estruturado e de fácil utilização, possuem um excelente serviço de Metrô e ônibus de qualidade, ambos integrados por um sistema de pagamento por cartão, o Bip!, semelhante ao bilhete único utilizado em São Paulo.
O trânsito no Chile ilustra bem o respeito que os chilenos tem uns pelos outros e organização do transporte, os motoristas param os carros para os pedestres atravessarem nas faixas e em contra-partida, os pedestres não atravessam fora da faixa, ou quando o sinal está vermelho para eles (nas travessias sinalizadas), mesmo sem carro nenhum, eles param e esperam o sinal ficar verde.
Mesmo chegando a ficar preso em um congestionamento em um dos dias da viagem, não ouvi buzinas e as motos são muito reduzidas no país, as que existem não andam pelo vão entre os carros.
Outro detalhe interessante sobre o transporte chileno, no país não existem fábricas de automóveis, eles consomem veículos importados de outros países, inclusive do Brasil, um carro popular novo lá chega a custar em torno de R$12.000,000.

Repara na quantidade de arroz...

Comes e Bebes

O forte do Chile são os peixes e frutos do mar, por não estar acostumado com esse tipo de alimentação e estar a alguns milhões de metros do mais próximo médico que fala português evitei um pouco comer coisas estranhas. Mas não deixei de provar a Palta, ou Avocado, um molho de abacate… sim, eles comem abacate salgado, com a comida.
Cerveja ChilenaNo geral os chilenos tem habitos alimentares um pouco diferentes, eles sempre tem as refeições divididas em pelo menos dois pratos, uma entrada e o prato principal, ambos em quantidades menores do que as porções mais comuns aqui no Brasil, a maioria dos alimentos e bebidas tem o gosto um levemente diferente dos nossos, tendendo a ser mais suaves, incluo nisso carnes, pães, cerveja e até Coca-cola.
Curiosidades: No Chile não existe self-service, pão de queijo, coxinha e se come feijão muito pouco. As carnes consumidas no país em geral são importadas, por se tratar de uma região normalmente montanhosa, a carnes dos animais acabam ficando mais duras.

Segurança

Nunca me senti tão seguro andando na rua em toda minha vida, com policiamento ativo e constante, era tranquilo andar a noite, mesmo nas regiões centrais da cidade.
Interessante que assistindo um programa policial na TV local, acompanhei 4 casos… 1)Uma menina que furtou uma residência e foi presa em um complexo de menores infratores (semelhante a FEBEM de São Paulo); 2)Duas mulheres que estavam furtando roupas em uma grande loja de roupas, em um shopping, foram presas; 3) Uma mulher teve o seu carro roubado por menores desarmados e o recuperou minutos depois, após interferência dos Carabineiros, a polícia chilena; 4)Um jovem esfaqueou outro rapaz, briga de família.

Próximo ao cerro San Cristoban


O Clima e as Paisagens

Viña del MarSem dúvida o ponto alto de uma viagem ao Chile são as paisagens, o belo visual encontrado por todas as partes vale cada instante, afinal estamos falando do único país do mundo em que é possível encontrar todas as condições climáticas possíveis, desde o deserto mais árido do mundo ao norte, até belas montanhas cobertas de neve no sul.
Los Farelones - Cordilheira dos AndesAo chegar em Santiago, nos prímeiros dias de viagem, encontrei um clima parecido com o do sudeste brasileiro, o ar frio, mas nem tanto e as folhas das árvores ao chão, em um visual bem “Europa”, passei um dia no litoral, pelas cidades Valparaíso e Viña del Mar, com um clima chuvoso (nos dias em que estive lá, foi decretado estado de emergência nessas cidades, alagamentos pra todo lado) e terminei a viagem com um vislumbrante passeio pela Cordilheira dos Andes, ali sim, tive a maior sensação de frio da minha vida, com neve pra todo lado, e também estive diante do visual mais espetacular que já presenciei.

O outro lado da moeda

Fiquei maravilhado com a beleza e organização do Chile, que é considerado pela ONU um país modelo, mas devo mencionar que existe um outro lado, que os turistas não tem acesso e muitas vezes nem tomam ciência. O Chile é o país com o segundo maior índice de desigualdade social na América Latina (Preciso dizer qual é o primeiro??? ¬¬), apesar do luxo e beleza, o custo de vida no país é muito alto, além das possibilidades de uma parte considerável do povo que acaba ficando isolado as margens da sociedade, longe da capital. Pude ver isso de forma bem clara em um passeio, na colina São Cristovão (cerro San Cristobal), onde, de seu topo, puder ver uma cidade dividida, de um lado da montanha estavam os comércios e construções bonitas e de outro casas pequenas, isoladas e visivelmente sem grande conforto. Mas ainda assim, eles se respeitam… e possuem campanhas fortes para melhoria de vida…

Lado "Pobre" Lado "Rico"

A Gripe Suína

O Chile ja é o país com mais casos de infecções pelo vírus H1N1 (ou Influenza A), com mais de 5000 pessoas infectadas, esse aumento brusco de casos da doença se deve ao forte frio que tem tomado conta do país nos ultimos dias. O nosso governo chegou a recomendar que viagens ao Chile e Argentina fossem adiadas, mas o risco de contrair a doença simplesmente por estar no país não é tão diferente do Brasil, a questão em uma viagem está em locais de grande concentração de pessoas, como aeroportos, estações de metrô, grandes centros e lugares fechados, como o próprio ônibus ou avião que usará para chegar ao Chile ou qualquer outro lugar, devemos lembrar que esta doença é uma variação de uma gripe, uma espécie de gripe bem forte, para se prevenir dela, e essa recomendação vale para qualquer país ou mesmo em regiões do Brasil, deve-se alimentar bem, se agasalhar, tomar cuidado com grandes variações de temperatura e seguir todas aquelas recomendações bobas que seus pais falavam na infância e você não ligava.
Claro, por se tratar de uma pandemia, é interessante considerar usar máscaras nas situações que citei acima.
Em minha estada no Chile, estive bem e sem contato nenhum com doença alguma, cheguei a ver algumas pessoas andando de máscara no Metrô de Santiago, mas nenhum alarde ou notícia exagerada, existem matérias a respeito nos jornais e na TV, mas vendo do Chile, a situação parece controlada. Na volta, já em Guarulhos, tivemos que esperar cerca de 1 hora dentro do avião devido a um passageiro brasileiro com suspeita de ter contraído a gripe, todos os passageiros deixaram os dados com a vigilância sanitária, aparentemente apenas um alarme falso, mas se fosse uma situação real de exposição a gripe suína, o uso de uma máscara no avião poderia ter me salvado.

Conclusão

O Chile é um belo país, merece ser visitado e recomendo a todos que tiverem oportunidade, nos 5 dias que passei por lá, conheci ainda muito pouco de sua cultura, é necessário muito mais tempo pra visitar todos os principais pontos turísticos, como o deserto do Atacama, o vulcão de Osorno, a misteriosa Ilha de Páscoa, entre tantos outros lugares magníficos, apesar dos problemas sociais que existem como em qualquer outro país, o povo em geral se respeita, os chilenos tratam muito bem o turista, principalmente o brasileiro, chega a dar a impressão de ser um país muito mais desenvolvido que o Brasil, mas após refletir, percebi que não é uma questão de evolução, mas sim de puro respeito, quando as pessoas tratam o ambiente ao ser redor e si mesmas com dignidade, as coisas passam a parecer mais fáceis e confortáveis. Temos potencial, um dia chegamos lá…

Cordilheira dos Andes Cordilheira dos Andes Cordilheira dos Andes

Site oficial do governo chileno.

Categorias: Eventos. Tags: , , , .