Os políticos tiveram aumento!?

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010 às 1:33.

por Marco

PoliticosFim de ano chegou, shoppings lotados, povo começando a reduzir o ritmo de trabalho pra curtir as festas e o clima natalino nos trás uma excelente notícia: Os nossos políticos aprovaram seu próprio aumento salarial, com reajustes que chegam a 133%!!!! UHUUUUUU!

É isso mesmo, em apenas um dia, foi aprovado na câmara dos deputados e no senado, o reajuste que iguala o salário de deputados federais, senadores, ministros de Estado, presidente da República e vice ao dos ministros do Supremo Tribunal Federal, ou seja R$ 26.700,00, o equivalente ao teto do funcionalismo público, isso fora os benefícios que comentamos no QG Podcast 44.

O relator da votação no plenário, que ocorreu em caráter “urgente urgentíssimo” foi do Dep. Antonio Carlos Pannunzio (PSDB-SP), com as participações de, entre outros, os deputados Luiza Erundina (PSB-SP), Ivan Valente (PSOL-SP), Eduardo Valverde (PT-RO), Dep. Fernando Chiarelli (PDT-SP), Dep. Magela (PT-DF) e Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

No Senado foi batido o martelo quanto ao aumento, com apenas três votos contrários, sendo estes o da senadora Marina Silva (PV), do senador José Nery (PSOL) e do senador Alvaro Dias (PSDB). (PALMAS PRA ELES!)

Com isso, congressistas conquistaram aumento de 61,8%, já para a nossa nova Presidente e seu vice, o aumento foi de 133%.

TiriricaO Excelentíssimo Senhor Deputado Eleito Francisco Everardo Oliveira Silva (PR), o Tiririca, que fez uma visita a câmara durante a votação do aumento declarou: “Acho justo. Tomara que aprovem
O deputado eleito também declarou que “deu sorte“.

Vale dizer que os deputados estaduais e vereadores tem seus salários baseados nos valores recebidos por deputados federais, com isso, é estimado só nos estados e municípios um impacto de R$1.9 BILHÃO.

O aumento aprovado hoje, vai valer apartir de fevereiro.

ENQUANTO ISSO…
A nossa nova presidente declarou que deve manter o salário mínimo em R$540, ou seja, um aumento de 5,88%, indo em direção contrária a solicitação das centrais sindicais que pedem R$580. Essa decisão toma forma pois um real a mais no aumento, representaria R$ 286,4 milhões em despesas adicionais ao Ministério da Previdência Social, e a prioridade do futuro governo são os investimentos em infraestrutura, saneamento e habitação. Legal… faz sentido… mas e esse aumento absurdo dos políticos!?

Senado - 15/12/2010

Se você, assim como eu, ficou indignado com essa notícia e estes números, envie uma reclamação para o senado e para a câmara nos links abaixo:

Fale com a Ouvidora – Portal da Câmara dos Deputados

Fale com o Senado – Portal de Notícias do Senado Federal

É um absurdo que nossos representantes votem nos reajustes de seus próprios salários e promovam um aumento tão irreal, estão brincando com o nosso dinheiro! Não vamos deixar que isso fique assim, divulgue os dados para seus amigos e familiares, reclame, promova a sua indignação, anote os nomes dos políticos envolvidos nesse tipo de decisão e lembre deles nas próximas eleições, É O NOSSO PAÍS! É A SUA VIDA!

Fontes:
Câmara dos Deputados
Agência Senado
Blog do José Américo
Ultimo Segundo

PRECISAMOS DE UMA REFORMA POLÍTICA JÁ!

=== Atualização, 16/12/2010 – 15h20 ===

Enviei mensagens de indignação pelos links acima para a câmara e para o senado, sendo que acabei de receber a resposta da ouvidoria da câmara, o visitante Daniel Esquerdo também nos avisou que recebeu exatamente a mesma resposta, leia e tire as suas próprias conclusões:

Sr.MARCO
Recebemos sua mensagem na Ouvidoria Parlamentar da Câmara dos Deputados, manifestando sua opinião sobre o aumento do subsídio parlamentar, ministros e Presidente aprovado ontem, 15/12, pelo Congresso Nacional.
Contudo, é importante lembrar que não se trata de uma iniciativa do próprio Parlamento. É uma exigência decorrente da própria Constituição Federal, onde os incisos VII e VIII do artigo 49 atribuem ao Congresso Nacional à competência de tratar dos salários de Deputados Federais, Senadores, Presidente e Vice-Presidente da República e dos Ministros de Estado e apreciar o salário do Judiciário.
Vale ressaltar que a majoração dos subsídios ocorre sempre na mudança de legislatura, a cada quatro anos, tendo como parâmetro o teto salarial do Supremo Tribunal Federal-STF, que nesta data é de aproximados R$ 26.000,00 (vinte e seis mil reais), conforme a Lei nº 12.041/2009, que dispõe sobre a revisão do subsídio de Ministro do STF, referido no inciso XV do art. 48 da Constituição Federal.
Cumpre salientar que o Parlamento brasileiro tem essa atribuição constitucional, de modo que desempenha tal incumbência, mesmo sabendo que o Poder Legislativo acaba arcando com o desgaste que os demais Poderes não têm.
Sabemos que a democracia que respiramos e que devemos defendê-la, sustenta-se no princípio de que o Poder Legislativo é a expressão máxima da diversidade social e popular. Este espaço, por ser mais democrático acessível e transparente torna-se muito mais vulnerável às controvérsias e opiniões populares, já que os demais Poderes, Executivo e Judiciário, por não terem a prerrogativa constitucional de legislar, cabem apenas enviar suas demandas de reajuste de subsídios por meio de projetos de lei, sem a mesma repercussão negativa, tendo menos desgaste político e ético.
Dessa forma, a Ouvidoria Parlamentar, sem entrar no julgamento da percepção política manifestada, coloca apenas como reflexão de que é de competência exclusiva da própria discutir e mobilizar-se no sentido de se buscar o melhor modelo de democracia, uma vez que o Parlamento brasileiro é apenas a expressão da nossa escolha política, da consciência e importância do voto e, do nível ético da nossa participação política no cotidiano da vida pública.
Atenciosamente,

Assessoria da Ouvidoria Parlamentar
Ouvidor-Geral Deputado Mário Heringer

Não deixe de enviar a sua reclamação e ou comentário para os congressistas, através dos links acima. Vamos lutar!

Categorias: Notícias, Sociedade. Tags: , , , .