O Exterminador do Futuro: A Salvação

quarta-feira, 3 de junho de 2009 às 4:13.

por Alan

O Exterminador do Futuro: A Salvação” é o quarto filme da série “O Exterminador do Futuro” e nos levará, finalmente, ao futuro, vejam só! Mais precisamente ao ano de 2018 após o juízo final, grande explosão nuclear executada pelo então sistema militar Skynet após ser ativado no terceiro filme da série.

exterminador

Nesta continuação temos John Connor (Christian Bale) como um dos líderes da resistência, grupo de humanos que decidiram ir contra as máquinas, um dos líderes porque existem seus superiores que demonstram frieza com a guerra e com a vida de outros seres humanos. Como os fãs da série já sabem, John Connor é o líder absoluto da resistência e sua trajetória nesse filme é que vai levá-lo a esse posto, logo, já temos uma provável continuação para a série.

São apresentados alguns novos personagens à trama, e o mais marcante com certeza é Marcus Wright (Sam Worthington). Marcus aparece no filme após uma batalha entre os Exterminadores e a resistência. Sua  última lembrança é estar no corredor da morte. Vagando sem destino pelo mundo destruído após o juízo final, é salvo por Kyle Reese (Anton Yelchin) do ataque de um Exterminador.

A resistência está planejando um grande ataque contra as máquinas com uma nova tecnologia que poderá desabilitá-las, porém, além disso, a resistência intercepta uma transmissão das máquinas, com uma lista de pessoas que devem ser exterminadas como prioridade. Para a surpresa John, o primeiro nome da lista é de seu Pai Kyle Reese (sim, ele deverá ser enviado ao passado para se relacionar com a mãe John). E aí está. John tenta encontrar seu Pai, que também está a sua procura, e a Skynet tentando “exterminar” todo mundo.

Diferente dos filmes anteriores da série, o enredo deixa de focar a viagem no tempo e dá maiores detalhes sobre a guerra das máquinas. Também são apresentadas novas máquinas, no formato de aeronaves de transporte, motocicletas e robôs gigantes. A computação gráfica está de primeira, com destaque para as motocicletas que lembram as motos do filme “Final Fantasy VII Advent Children”, Tetsuya Nomura ficará com inveja. Mas não se desespere! Como todos os filmes da série, há várias explosões, cápsulas de balas, morteiros, cenas de ação, robôs que não morrem “nem que a vaca tussa”, frases como “I´ll be back” e Arnold Schwarzenegger. Sim! Mas a aparição de Schwarzenegger nem faz cócegas, isso porque eles trataram de acabar com o rosto dele em alguns segundos, a sua aparição é virtual, usaram o rosto dele, mas o corpo de Roland Kickinger.

Infelizmente, o enredo do filme dá uma escorregadinha no final, ao tentar fechar a história de maneira a dar a entender que terá uma continuação. A trilha é muito boa, envolvendo os telespectadores em um clima de guerra e tensão, clima esse só cortado quando toca “Guns n’ Roses”, nesse momento não há como segurar o riso (A música é “You Could Be Mine” trilha do segundo filme da série). A trilha sonora é acompanhada por uma ótima fotografia que em alguns momentos até remetem a documentários de guerra. A locação e cenários escolhidos lembram bastante às do filme “Resident Evil: Apocalypse”, desértica, tem até uma cena que eles chegam a um posto de combustível que é muito similar.

O filme de maneira geral é muito bom e deverá agradar aos fãs da série. Vá se preparando para aproximadamente 2 horas de tensão e também um pouco de nostalgia. Recomendado para assistir com ou sem namorada. Aviso aos fãs: A Skynet parece muito burra, não vaiem a coitadinha. Inteligência artificial é “uma ova”.

Ficou confuso?! Aqui tem a linha do tempo e muito mais sobre a trama:

http://terminator.wikia.com/wiki/Timeline

Site Oficial em português:

http://www.sonypictures.com.br/Sony/HotSites/Br/terminatorsalvation/

Trailer do filme:

Categorias: Cinema. Tags: , .