The Sims 3 – nós testamos!

terça-feira, 16 de junho de 2009 às 21:12.

por Marta

Bom, como eu prometi, lá vai o post sobre The Sims 3. Eu juro que tentei resumir, mas eu escrevo muito e toda vez que relia, lembrava de mais um ponto legal :P. Se estiver cansativamente longo me avisa, tá? Bom, lá vai:

havilidades

Compra

Eu comprei o The Sims 3 todo original. Comprei porque, lembra do 2? A versão não-oficial sempre dava pau no módulo construção, e no fim das contas, eu gastei o dobro de grana comprando o original depois de vários “alternativos”. O preço do 3 não estava absurdo (comparado a jogos originais de computador), então achei melhor comprar.

(sem contar que o manual veio com esse incrível easter egg de “havilidades” no lugar de “habilidades”, hahah 😀 )

Existem 3 versões: a “Regular”, por R$100; a “Edição de Colecionador”, que vem com um carro europeu exclusivo para baixar, por R$140 e a “Edição de Colecionador Deluxe” que vem com um incrível pendrive de 2Gb com o formato do logo do jogo, também por R$140. Pena, não tinha essa última onde eu comprei, então fui de “Regular” mesmo.

Instalação – PC e Mac

O mesmo DVD serve para PC e Mac, o que é ótimo, porque aqui em casa tem os dois. Tentei primeiro instalar no Mac e não consegui. Travava faltando 13 minutos pra acabar (e eu esperei 2h e nada de sair dalí. Nem pude acreditar e pensei em trocar o jogo)

Tentei no PC e foi numa boa, mas meu pc de casa tem a configuração pior que a do mac, então nem foi tão legal jogar.

No dia seguinte, tentei de novo instalar no mac e consegui, mas com uma diferença: instalei em inglês dos EUA, e não em Português do Brasil. Não sei porque, funcionou. E, pra rodar, tive de desinstalar todos os meus programas de cópia de DVD ou ripagem. Aí sim, rodou numa boa e eu pude começar a me divertir.

Jogabilidade

A tela de loading ainda mostra frases engraçadas :)Eu estava preocupada com o TS3, já que tinha muito mais coisas pra fazer nele. A minha esperança era uma melhora na jogabilidade, e meus desejos de fato se realizaram.

Logo na primeira tela, onde você cria seu Sim, já percebi uma facilidade de utilização muito grande. Você tem a opção de personalizar até 3 pontos de todo seu rosto, mudar a cor de tudo (tanto pele, cabelo, olhos como qualquer roupa ou acessório), mas só se você quiser. Criar Sims personalizados nunca foi tão fácil e intuitivo.

The Sims é um jogo enorme, então sempre tem tutoriais que você pode seguir ou não. Mas continua sendo intuitivo depois que você aprende o básico. E, claro, sempre tem os códigos espalhados pela internet para conseguir grana ou encher todos os tubinhos de necessidades. (esses códigos são muito parecidos com os do The Sims 2)

Apesar de precisar de máquina (placa de vídeo e 2gb de memória), o jogo roda bem. É pesadinho, não vou dizer que não, mas os efeitos visuais compensam e o loader parece que demora menos do que o 2.

Uma das coisas que eu gosto é que não existe julgamento bom ou ruim. Pra você ter uma idéia, quando você cria um Sim ele pode ter a personalidade “Má”, ou seja, são seres humanos, com os dois lados.

Outra coisa legal é que, quanto mais você faz as vontades deles (e você pode escolher até 4 vontades de cada vez), acumulam pontos que podem te dar algumas super qualidades. Por exemplo, “Metabolismo rápido” (pra emagrecer) ou “Super limpador” (pra você limpar as coisas super rápido), um pra nunca ir ao banheiro (tão bom!) e etc. Ah! E pra aprender as coisas, depende da sua personalidade. O meu, que é nerd, aprende lógica superfácil, mas pena um pouco na cozinha. E por aí vai.

Nem tô tão feliz

O rosto da miniatura muda de acordo com a sua felicidade. Esses detalhes fazem uma super diferença.

Agora tô bem :)

O módulo de móveis e de construção também são bem bacanas. Tudo é personalizável, você pode mudar cores e texturas a vontade (quando eu digo “mudar cores a vontade” é a vontade mesmo, todas as cores do mundo estão lá para serem escolhidas). Uma coisa que adorei no módulo construção é que você pode mexer paredes, aumentando ou diminuindo, super facilmente. As categorias, tanto dos móveis quanto dos materiais de construção, também estão bem mais intuitivas agora. (E sabia que dá pra plantar árvores? Tão legal! *-*)

Joguei pouco até agora mas estou gostando. É daquelas coisas que você perde horas se divertindo e esquece do mundo. Bom para feriados prolongados e domingos chuvosos.

Eu não podia faltar, né? ;D

Conclusão

Enfim, vale a pena (e como não? É The Sims!). As possibilidades são inimagináveis, o bom gosto e capricho da EA Games são notáveis e você imerge no jogo mesmo. Qualquer pessoa pode jogar e ficar uma cara lá, se divertindo. Espero que vocês gostem também 😀

Se vocês tiverem dúvidas, postem aí. Quem sabe eu já passei por isso e posso ajudar o/

Marta fica sempre atenta ao seu nível de “Social” na vida real.

Categorias: Games. Tags: , , .